Não preciso criar um matrimônio doentio com o lado obscuro do”amor” por Aline Telles

Bom dia, Rude…

Não está em PDF como deveria, mas, espero que chegue na sua caixa de entrada. E também pouco me importa se você vai ler… (Mentira! Espero que leia sim… aliás, você as receberá todos os dias…).

Também quero que saiba que não foi uma coisa boa abrir minha “Timeline” pela manhã e constatar que você sumiu.

Foi estranho.

É.

Foi estranho e não falarei mais disso.

Sobre Chaves Mágicas :

“Existe um período em que estamos tão ocupados que chega doer…

Passamos praticamente o dia inteiro fora, correndo de um lado para o outro, entrando em muitos ônibus, alimentando-se mal, lendo pequenas estrofes daquele livro.

Contudo, existe um tempo sagrado, e deste, não abro mão.

Roubo do meu sono, roubo de mim.

Durante as compras, tenho em meus fones a chamada que me acompanhará até o portão de casa.

Chego em casa.

Preparo o jantar, enquanto outra chamada me faz companhia até sentar a mesa.

Dei uma folheada em Nietzsche com a internet na tela do celular apoiado numa perna e Bukowski na outra. Jamais fui uma leitora puritana.

Nos bastidores da erudição há cultura inútil, caixas de bis, cartas de tarô e livros de astronomia…

Devaneios…

“_No fim, essa correria, se mal aplicada não dá retorno.
Apenas me traz o conhecimento de que eu sou outra coisa.
Fomos treinados a crer que precisamos estar em constante movimento e que dar um tempo é sinal de desistência.
Existe uma metáfora sobre o tal ratinho que caiu em uma vasilha de leite e se debateu a noite inteira para não afundar.
No dia seguinte ele havia transformado o leite em manteiga e assim conseguiu se safar. Metáforas… Rá.
Vou pelo caminho mais realista.
Quando ocorrem aqueles acidentes em alto mar, as pessoas que não sabem nadar, debatem-se deliberadamente. Engolem água, afundam e morrem afogadas. Somente sobrevive aquele que se mantiver imóvel, flutuando na água…
Esperar é assim, saber aplicar sua energia no momento certo.
É.
É nada… Isso não é fácil! Saber esperar é um desafio para titãs!
Quando pedimos calma a nós mesmos, é quando a tensão e o nervosismo alcançam o pico máximo.
Quando não queremos pensar em algo é justamente quando não conseguiremos mais falar de outra coisa.
Tempo & solução… – Não concebemos que certas situações só se resolvem com o passar dos dias. Sabemos disso, mas nunca alcançamos a serenidade necessária para saber esperar.”

Neste intervalo, a tela da Internet é substituída pela ligação recebida.

Não sei por cargas D’água, meu celular não aprendeu a mostrar o nome do autor da chamada. – Nossa! Sinto-me ótima em dizer isso aqui, pois não aguento mais ter de me explicar toda vez que alguém me liga e eu atendo com interrogação.

_Alô. – Vários assuntos desenrolam-se depois disso…

O “Alô” é uma das chaves mágicas que existem no mundo. Entre elas existe também o “Quanto tempo” & “Estou no seu portão”…  Ainda existem milhares de outras capazes de abrir baús de verdadeiros tesouros/pérolas…

Não sou boa em conselhos. Engana-se quem pensa que eu sou. Nada mais me tira tanto a energia.

Normalmente, conselhos são desenvolvidos a partir do ponto de vista do orador… (Não preciso dizer mais nada.)

Principalmente quando se trata de questões sentimentais. Definitivamente, não sou a pessoa mais indicada.

Em uma última conversa, perguntaram-me qual tipo de pedra eu tenho por dentro… (E não se referiam aos cálculos renais…)

No final, eu estava recebendo conselhos sem mesmo solicitar… Rsrsrsrs…

Penso que não exista nada mais amargo que fingir felicidade. Nem a tristeza é tão miserável.

Falta de tempo nada tem a ver com isso…

– Lembrando sobre como funciona o tempo & as soluções…

Trata-se mais de estado de espírito e tem muito a ver com o que eu estava pensando minutos antes… Serenidade.

Não preciso criar um matrimônio doentio com o lado obscuro do”amor”. – (Resolvi chamar assim.).FB_IMG_1430523042876

Não importa quanto tempo será necessário.

O importante é buscar o reencontro consigo mesma em seu novo início…

Quantos corações é preciso destruir para que você finja que o seu ainda sente?!

A volta dos que não foram

Muita coisa aconteceu, mas resumindo, não aconteceu nada.

Explico : quando você se mete de fazer muita coisa termina não dando atenção a nada mesmo e consquistas não são aproveitadas porque você está sem puxar o freio a tempos,. Pior, você age que nem uma locomotiva e ao ver alguém nos trilhos o máximo que pode fazer é virar o rosto pra não ver a desgraça já que você tem plena certeza que não da tempo de frear o trem na velocidade que está.

Ando precisando dar uma desacelerada, pois como aquela máxima que rola nas redes sociais ” Insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes”

E percebo que ando menos produtivo, mais nas redes sociais , mais fazendo o que não importa e gastando tempo no que não leva a lugar algum de útil.

Mas nem tudo são espinhos. Vamos as flores.

Me inscrevi no google adsense/monetização do youtube.

Paguei um curso de produtividade  : PRODUTIVIDADE NINJA

(ja vi muitos e muitos vídeos da Arata Academy , decidi pagar por algo em troca)

Investindo também num curso de desenho na QUADRINHOS, aprendendo mutio, relembrando um bocado , mas ainda travado pra entregar o quadrinho de final de curso.

Já fechado a ida pro FIQ no fim de 2013 e com a ajuda desses dois cursos em um prazo record, produzir algo pro FIQ e FLIQ (em Natal, um mês antes do primeiro)

As coisa em casa tão beleza, tão beleza que estou decidindo fazer maluquices pra incrementar mais ainda o estado atual.

Ah ! E terapia, já que terapia não é pra doido, é pra quem pode pagar srrsrs

Mas andei me deprimindo um pouco nas sessões decidi dar um pausa , e só volto após terminar esses dois cursos, acho que saber dizer não e estabelecer prioridades é a meta agora.

Ter tempo demais ocioso na minha loja/empresa me fez ficar muito no facebook e twitter e me contaminar com essa de protestos e me decepcionar . Resolvi sair dessas redes sociais por um tempo e me focar em mim e em procurar objetivos e propósitos pessoais que me transforme pessoalmente mais e mais, sem egoísmo ou qualquer coisa me rotulem.

Agora veremos no que isso irá dar .

Vejo vocês mais tarde (se é que ainda tem alguém aí)

Ass: Miguel Rude