Viajantes na maratona de caricaturas

John Byrne foi um desenhista que não mediu palavras pela sua paixão por uma personagem : a Mulher-Hulk.

Fez tudo o que podia para divulgar o título da personagem declarando aos quatro ventos essa paixão.

George Perez na mesma época demonstrou isso também produzindo a Mulher-Maravilha.

Quantas pessoas não são fascinadas pelo Christopher McCandelles. Um personagem tão mítico e fascinante como a própria vontade do ser humano de desistir de tudo e correr o mundo?

Um misto de D’Artagnan com Tom saywer? 

Então é assim que me sinto em relação a Liz Rodrigues.

Não sei se me apaixono pelo carisma ou pela beleza ou pela simpatia.

A sensualidade de ser mãe e aventureira, o fascínio de arriscar onde muito homens morreriam de medo e optam por ficar no conforto de suas casas.

Ainda não cheguei lá exprimindo isso com minha arte, não sei se é arte certa como os artistas que citei no começo do texto optaram por demonstrar ao mundo sua paixão pelas personas admiradas. Talvez use outras artes, outras técnicas outros meios… Ou o mesmo, mais refinado, mais elaborado.

A vida segue, o fascínio segue, a paixão segue… E ela segue, com sua mochila pronta para novos desafios.

Sigam os passos deixado por ela …

https://www.facebook.com/MinhasDocesAventuras?pnref=lhc

Quem sabe não entendam um pouco dessa paixão declarada e suas doces aventuras possam ser contadas em livros para serem guardados com carinho como os demais personagens mencionados por aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s