FIQ – Festival Internacional de Quadrinhos em BH–Minas Gerais @fiq_bh 2° PARTE : Autógrafos !

O que dizer nesse post? Prefiro seguir a máxima “ imagens valem mais que milhares de palavras”.
Lembrando que a maioria das fotos não são minhas, peguei diversas fotos de diversos sites que falavam do evento, dos quais quem vier a ler meu blog, nem sequer farão idéia que essas fotos existem em outros locais, e portanto senti nescessidade  de mostrá-las a esse pessoal.
Próximo post, colocarei as revistas autografadas (Se conseguir …São muitas!)
PICT0144PICT0134

Jean Galvão sendo prestativo com todos…

SCAN0010SCAN0011

João Marcos e seu sotaque tipicamente mineirinho…
PICT0129PICT0130SCAN0012PICT0156PICT0131IMG_0133PICT0154
Manoel e um autógrafo que rendeu boas idéias… Não porei o vídeo do bêbado aqui, prometo, Manoel!

DSC03401

Infelizmente perdi o painel, não sei qual foi a piada Smiley triste

PICT0004 webSCAN0014SCAN0013DSC03451SCAN0015DSC06397-1024x768

JILLPICT0162

SCAN0022PICT0165382917_309085412437465_209163172429690_1301668_59602932_n
Infelizmente perdi o painel , mas fiz uma caricatura pra ela! Veja o passo-a-passo abaixo:

SCAN0023378803_309084039104269_209163172429690_1301611_971906809_n

PICT0008SCAN0024100_1018-1024x768SCAN0009

SCAN0017(Não consegui fotos desses , mas lembrando que esse desenho colorido é meu, com autógrafo do Danilo Beyruth no rodapé)SCAN0016IMG_0106SCAN0020

SCAN0008SCAN0007PICT0024

IMG_0154SCAN0019100_1027-1024x768SCAN0018446795550CBPICT0066PICT0067

Miguel Rude 2011

PICT0158 web

“Aí muita gente reclamou, sugeriu que cobrassem entrada, que limitassem o público, “um absurdo essas crianças analfabetas e desrespeitosas circulando no FIQ”. E eu vou te dizer: isso não passa de mimimi. Digo mais, nas palavras do Daniel Werneck, curador do evento, isso é mimimi de quem não entende o sentido do FIQ. “
http://www.interney.net/blogs/melhoresdomundo/2011/11/18/fiq_a_vontade_parte_ii_do_meio_pro_final/

Vamos fazer um abaixo assinado pra transformar o Relógio da Copa em Relógio do FIQ. “Faltam 728 dias para o FIQ 2013!” Poderoso Porco

grant morrinson e voce

Anúncios

BELO MONTE DE GOTA EM GOTA

Antes de discordar de mim ou concordar, assista esse filme TODO.

“Nada contra substituir Belo Monte por usinas eólicas ou de energia solar. Mas o fato é que até agora ninguém apresentou um projeto viável de produção de energia elétrica alternativa que substitua Belo Monte. Enquanto o discurso ficar na base da teoria, não vai surtir resultado. Eu preferia assinar uma petição para não fazer a Copa da Mundo no Brasil para não gastar dinheiro público com um monte de estádio de futebol, cuja maioria não vai ter uso depois. Por que ninguém, fala disso?”

 

Depois, tenta ler essa matéria do blog : http://www.naoclick.com.br/nao_click/?p=6252

Belo Monte e os tolos da TV Globo. O maior festival de mentiras e besteiras jamais ditas num vídeo!

por Danilo

“Nunca antes na história destepaiz tantas bobagens, mentiras, parvoíces, sandices e vigarices intelectuais foram articuladas em meros cinco minutos! É uma coisa espantosa! É claro que todos aqueles “bacanas” estavam ali exercendo o seu ofício, por mais “engajados” que estejam”

Há dias estou para tratar do assunto. Os leitores também estavam cobrando. Mas os remelentos, as Mafaldinhas e alguns de seus professores aloprados tomavam o meu tempo… Vamos lá.

Vocês sabem muito bem o que penso sobre o governo do PT, petistas e congêneres. Vivo aqui fazendo as contas de todas as promessas que a presidente Dilma Rousseff não vai cumprir: creches, UPAs, UBSs, quadras nas escolas, casas… Mais ainda. Fui crítico do rumo que tomou o leilão e o financiamento da usina de Belo Monte. Aqui está apenas um dos textos que escrevi a respeito. Ao exigir um preço muito baixo para o megawatt-hora, o governo Lula — e a área estava sob o comando da então ministra Dilma — espantou o capital privado, e, na prática, o Tesouro acabou assumindo encargos e riscos excessivos. Muito bem! Essa é uma crítica procedente. E não é só minha. Considerar, no entanto, que a usina é desnecessária ou que o Brasil não pode mais fazer hidrelétricas, aí não dá! Aí estamos diante de uma estupidez que vai além do aceitável!

Todos vocês conhecem o vídeo — uma cópia esfarrapada e apenas mais ou menos assumida de uma campanha surgida nos EUA em defesa do voto (já chego lá) — em que alguns atores globais falam sobre a Usina de Belo Monte e tentam convencer o público de que ela é uma desnecessidade. Fosse eu outro, embarcaria na onda. Poderia pensa: “Como o governo não vai mesmo voltar atrás, esses artistas acabam colaborando para dar uma queimada nos petistas; não gosto deles. Tudo o que é contra o PT me serve!” Mas eu não entro nessa, não! Quando gosto, digo “sim”; quando não gosto, digo “não”. NEM TUDO O QUE NÃO É PT ME SERVE. Há obscurantismos maiores e potencialmente mais perversos no Brasil. A nossa sorte é que não são ainda tão articulados. E o “marinismo” — sim, derivado de Marina Silva! — é um deles.

Nunca antes na história destepaiz tantas bobagens, mentiras, parvoíces, sandices e vigarices intelectuais foram articuladas em meros cinco minutos! É uma coisa espantosa! É claro que todos aqueles “bacanas” estavam ali exercendo o seu ofício, por mais “engajados” que estejam. Falavam um texto sei lá escrito por quem. A direção é de Marcos Prado, produtor de Tropa de Elite e integrante de um tal movimento “Gota d’Água”, que responde pelo trabalho. Um dos líderes é um ator chamado Sérgio Marone, que também atua. Não sei quem é nem fui atrás de saber. Segue o vídeo. Volto depois.

É a Gota D’ Água +10 \Drop of Water + 10

Maitê Proença, essa eu conheço, já tirou o sutiã, estou certo, por melhores motivos. Eu vou fazer aqui uma continha que talvez a deixe um tanto constrangida. Um dos atores — não sei o nome; era o irmão mais chato da novela chata do Gilberto Braga — diz com aquele ar severo e desafiador de Hamlet diante do usurpador do trono: “A usina de Belo Monte vai alagar, inundar, destruir 640 quilômetros quadrados da Floresta Amazônica”. Pois é…

Por que Maitê deveria ter ficado com o seu sutiã, ao menos nesse caso? Prestem atenção. A Floresta Amazônica toda tem 5,5 milhões de Km², 60% dos quais no Brasil (3,3 milhões de Km²). Logo, aqueles 640 representam 0,012% do total da floresta e 0,019% da parte brasileira. Vou ter de ser didático. Digamos que Maitê pese 58 kg: 0,019% do seu peso corresponde a 0,01102 kg — seu sutiã é muitas vezes mais pesado. Não sei quantas porque ignoro o peso da peça. Nunca o vi por esse ângulo. Aliás, associado a uma hidrelétrica, também é a primeira vez. Digamos que Marcos Palmeira pese 70 quilos; no seu caso, aquele 0,019% corresponde a 0,0133 kg. Uma de suas orelhas, dada a comparação, equivaleria a muitas usinas de Belo Monte…

Ator, cineasta, malabarista… As pessoas são livres para dizer o que lhes der na telha. Quando, no entanto, fazem um trabalho como esse porque se sabem figuras públicas e pretendem interferir no comportamento das pessoas, aí não podem mentir. Ou até podem. Mas têm de ouvir o contraditório e se explicar. A usina não vai desalojar índio nenhum! Isso é uma grande falácia, usada para mobilizar personalidades internacionais para a causa. Haverá, sim, populações ribeirinhas, mas não indígenas, que terão de sair de algumas localidades. Desde que sejam reassentadas com dignidade, a chance de que a vida delas melhore, já que vivem no abandono, é gigantesca. Sem contar que a Constituição e as leis democráticas consagram o direito que a sociedade tem, por meio de seus orgãos de representação, de fazer desapropriações.

O que mais impressiona nesse vídeo cretino é que, notem!, ele não é contra apenas Belo Monte em particular. É contra a energia hidrelétrica como um todo!!! O fanático que redigiu o texto descobriu que ela também é uma energia suja. E aí vem aquele que, pra mim, é o grande momento. Ainda de sutiã, Maitê Proença faz um ar sábio, de quem estudou profundamente o assunto, e indaga: “De onde tiraram essa idéia de que hidrelétrica é energia limpa?” Huuummm… Ela parece saber mais do que nós. Um dos filhos de Chico Anysio, também não vou pesquisar qual, sei que é humorista, faz o contraponto, o bobo, o ingênuo, e diz: “Energia elétrica é energia limpa; é muito melhor que usina nuclear e carvão”. Bem, é mesmo! Mas não no vídeo! Então Letícia Sabatella assombra o mundo: “Seria energia limpa se fosse no deserto, mas na floresta?”

Heeeinnn??? Quer dizer que energia hidrelétrica só seria limpa se fosse produzida no deserto? Fico aqui a imaginar um rio Xingu ou o Amazonas cortando o Saara. Suspeito que deserto não seria, não é mesmo? Parece piada! Mas eles estão falando a sério! Depois engatam a defesa das energias eólica e solar como se tais projetos fossem financeiramente viáveis no médio prazo ao menos e pudessem mesmo gerar a energia de que o país precisa. Uma coisa é desenvolver fontes alternativas no terreno ainda da pesquisa e da experimentação e buscar modos de torná-las viáveis economicamente. Outra é considerar que elas podem ser uma matriz energética. Qual é a hipótese desses gênios? O mundo ainda não é movido a vento por quê? “Por causa dos grandes interesses”, logo responde o dublê de ator e pensador. Sei. E por que não haveria “grandes interesses” nos ainda caríssimos aerogeradores???

Um terço da capacidade?
A mais desonesta de todas as críticas é a que sustenta que a usina vai gerar apenas “um terço de sua capacidade”, conforme diz um dos ignorantes convictos, também não sei quem. Ai, ai… Assim será porque se decidiu fazer a usina pelo sistema fio d’água, sem reservatório, justamente para diminuir o impacto ambiental, o que já é temerário. Belo Monte terá capacidade para produzir até 11.233 MW, mas vai gerar, na média, 4.571 MW médios. Por quê? No período chuvoso, funcionará com potência máxima; na seca, cairá para 690 MW por causa justamente da falta de reservatório.

SE HÁ ALGUMA ESCOLHA ERRADA EM BELO MONTE, E HÁ, ELA ESTÁ JUSTAMENTE EM TER CEDIDO À PRESSÃO DOS AMBIENTALISTAS ALOPRADOS. Olhem aqui: ainda que Belo Monte alagasse uma área 20 vezes maior (11.280 km²) — fazendo, pois, o reservatório —, isso corresponderia a 0,34% da parte brasileira da Floresta Amazônica. Se Letícia Sabatella pesa 57 Kg, um alagamento de Belo Monte 20 vezes maior corresponderia a 0,19 Kg do seu peso. Seu cérebro consegue ser bem mais pesado do que isso… Será que essa gente tem noção da besteira que está falando ou acha que matemática é coisa de reacionários que não gostam do meio ambiente?

Mesmo com Belo Monte, Jirau e Santo Antônio produzindo, mas sem os reservatórios —  para proteger os bagres da Maitê, da Sabatella e da Marina —, o Brasil passa a correr riscos no período de secas e terá de recorrer, sim, a sistemas de emergência, como termelétricas, por exemplo. Vale dizer: o país já deu atenção demais aos bagres e atenção de menos às pessoas.

A falácia do preço
Outra coisa ridícula é essa história dos R$ 30 bilhões. Sim, eu fui um dos grandes críticos do peso excessivo que o Estado vai ter na construção de Belo Monte. Lá está o link. No arquivo, há outros textos. A iniciativa privada deveria estar bem mais presente. Mas daí a tentar provocar a indignação com essa coisinha estúpida: “É o seu dinheiro! Dos impostos!” *

Certo, especialistas! E a energia será gerada para quem? Para os marcianos? Quem será o beneficiado?

Artista pode falar. Não há lei que proíba. Mas também não há lei que os impeça de estudar, de se informar, de fazer conta, de ter senso de ridículo. Notem o arzinho enfatuado com que se dirigem ao público, com pose de especialistas. Murilo Benício, com a sua habitual cara de quem acabou de acordar, diz, com laivos de ironia sonolenta, que “índio quer educação, conforto…” E não quer??? Ary Fontoura faz blague: “Índio precisa de antibiótico”. Por quê? Não precisa??? Ciça Guimarães, na linha “a loura tonta”, pergunta: “Ainda tem índio no Brasil?”

Tem, sim, minha senhora! Proporcionalmente, eles são donos da maior fatia do território brasileiro. Correspondem 0,7% da população brasileira (isso porque mais gente passou a ser “índia” depois das dermarcações) e tem sob seu domínio, hoje, 13% do território do país. Eu tenho a certeza absoluta de que todos ali, sem exceção, ignoram esses dados. Eu tenho a certeza absoluta de que todos ali, sem exceção, ignoram que o Brasil, se crescer de forma sustentada a 4,5%, 5% ao ano (e, para reduzir a pobreza num ritmo mais acelerado, seria preciso mais do que isso), corre o risco de sofrer apagões. Apagões que punirão os pobres, não os bacanas da TV Globo (volto a esse particular no encerramento do texto).

Plágio
O vídeo é um plágio admitido, mas não com a devida ênfase, do projeto Five Friend – Vote, produzido por Leonardo DiCapprio e dirigido por Steven Spielberg em outubro de 2008. Caprio, aliás, já se prontificou a gravar um vídeo contra Belo Monte. SABE TUDO A RESPEITO!!! Naquele caso, pedia-se a adesão de cinco pessoas; os nossos atores pedem de 10. Nos EUA, vá lá, tratava-se de convencer as pessoas a comparecer às urnas — num país onde o voto não é obrigatório. No caso de Belo Monte, a história é um pouquinho diferente. Vejam, se quiserem, a realização da idéia original. Volto para encerrar.

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=0vtHwWReGU0

5 Friends Uncensored

Voltei
Há, como se vê, uma diferença entre o engajamento em favor do voto e uma campanha que tem, evidentemente, um sentido político, com óbvio viés ideológico. O “marinismo” é alma desse troço, como era daqueles outros vídeos contra o Código Florestal — com o mesmo rigor científico, diga-se. Nesse caso em particular, queira ou não, a Globo, que põe no ar todos os dias esses rostos, acaba comprometida com a causa que seus astros abraçam. É inevitável! “Ah, eles podem dar a opinião que quiserem como cidadãos”. Huuummm. Cidadãos tentam convencer as pessoas com argumentos, não com a força de sua popularidade. No caso, essa popularidade foi conquistada não exatamente porque esses astros sejam notórios por seus conhecimentos na área de energia elétrica, meio ambiente e… matemática, não é mesmo? Faces identificadas com a emissora, há que se lembrar o seu compromisso  com a verdade.

É isso. Letícia Sabatella continua a perturbar o meu juízo: “Hidrelétrica seria energia limpa no deserto“. Ela deve ter querido dizer alguma coisa, cujos sentido me escapou. E isso sempre me deixa muito perturbado…

Por Reinaldo Azevedo

Para as Mulas que querem bancar os fodões:

– Pois saibam que assinam o próprio atestado de burrice por não entender que “Nunca antes na história destepaiz” é uma ironia ao ex-presidente Lula que sempre diz isso, e como se trata de linguagem escrita e não falada, escrever de maneira errada é a melhor forma de caracterizar a mula que é o Lula!!!

Antes de discordar de mim ou concordar, assista também esse filme TODO:

Politicamente correto e o humor no Brasil

 

Antes de discordar de mim ou concordar, saiba que sou descendete de índio.

 

Agora, eu vou dizer , se prepara : 

QUE TAL PARARMOS DE CONSUMIR TANTA ENERGIA? DESLIGAR IPOD, IPAD, LIQUIDIFICARES, AR-CONDICIONADOS, CHUVEIROS ELÉTRICOS… E VOLTARMOS A CONVERSAR NA MESA TODO MUNDO JUNTINHO, A LUZ DE VELA? É SÉRIO!

Pronto, disse…

Ou, como iremos fazer com tanto apagão? Me sugere  aí um projeto de vergonha pra dar conta de tanto aparelho ligado ou carregando…Quantas pessoas tem na sua família? Todas terão ou tem celular…começa por aí…estenda isso a todos de seu bairro,cidade, região…

É por aí… Vai, me ajuda aí num projeto de verdade mesmo.

No aguardo.

Caso contrário, vamos voltar a brincar de índio? Topa?

* ao texto do escritor acima, eu acrescento que é investimento pra todos nós, prejuízo está ,será  e permanecerá a COPA no meu bolso e no seu tambéme e lucro no bolso apenas da FIFA e das empreiteiras que fizeram as obras… e ninguém perguntou a todos se queriam isso.

Dito isso, encerro geral.

Miguel Rude , descendente de ìndio.

FIQ – Festival Internacional de Quadrinhos em BH–Minas Gerais @fiq_bh 1° PARTE

1° PARTE : Fotos da câmera de @marcos_acunha , que me acompanhou e colaborou muito na viagem a Minas Gerais… tentei  selecionar as melhores e em sequência.

Nas fotos estamos com artistas nacionais e internacionais presentes no evento.

Em  BH, fiz caricaturas de muitos visitantes, e lancei minha HQ : natal- TERRA DE NINGUÉM.

Só tenho  a agradecer essa cidade por esses dias de felicidade  e reconhecimento do meu trabalho!*

Essa sequencia de eventos se repetem com mais novidades no próximo post com as fotos da minha câmera, note que há fotos com links escondidos pra melhores explicações, divirta-se procurando essas informações!

IMG_0012 Não me dei bem com o vôo, endubiu tubu!

IMG_0014 A lei da atração

IMG_0015

Estande quadro a quadro :

http://quadro-a-quadro.blog.br/?p=11843

IMG_0017

Leiam resenha desse album aqui :

https://miguelrude.wordpress.com/2011/12/01/so-jorge-da-mata-escurauma-resenha-crtica/

IMG_0042cidade-arte IMG_0040

IMG_0049Potiguares no FIQ IMG_0048

IMG_0057<- pufs

 IMG_0073<- rafael coutinho

IMG_0067 

André Leal e Marcello Fontana

IMG_0078 

Desenhista Abel, do  Ditadura No Ar e o  colega Fábio Turbay

IMG_0082IMG_0090

AUTÓGRAFOS (chique ein? ) com Gabriel Andrade e Wendell Cavalcanti

IMG_0120 

Todos, sem excessão dizia, deixei em casa, voltar pra casa, quando chegar em casa…

nunca usávamos o termo pousada, albergue ou hotel

IMG_0134 lá tem diversas escolas semelhantes a Gracom

IMG_0168

IMG_0133 o Manuel, que foi confundio com Mauricio de Sousa

 

AS PESSOAS NAS FOTOS ABAIXO SÃO :

 http://fiqbh.com.br/?page_id=47

IMG_0136 “Tem coisas que só FIQ faz pra você!”

IMG_0156“ E tem você em coisas inacreditáveis no FIQ”

IMG_0171 

A Park Sang-sun (박 상선) vendo meu portfólio!

(Ao fundo , o criador de Priest)

IMG_0172 

Park Sang-sun (박 상선) fazendo uma caricatura minha !! Ha! trollei e fiz a dela, foi uma honra!

IMG_0203 

Último dia no estande , só com café pra aguentar o tranco!

IMG_0206 Pessoal do Aurora comics

IMG_0207 

@geraldohsborges , desenista do Lanterna verde aludindo ao saquê que @MilenaAzevedo tomou

IMG_0212

Bebemos porque ninguém é de ferro!

IMG_0216

Situação engraçada : essa menina grita ao longe MIGUEL RUDE,  e todos da foto acima riem, dizendo que sou conhecido até em Belo Horizonte!

IMG_0210

E essa era a paisagem bucólica de nossas noites…

Natal, começo de DEZEMBRO de 2011

Miguel Rude

* E essa opinão desse vídeo, eu compartilho em número gênero e grau:

Thiago Spyked

SÃO JORGE DA MATA ESCURA–UMA RESENHA CRÍTICA

Dia de apoio ao cinema nacional… Apesar das entradas serem metade da metade do preço, poucas pessoas estão na fila do cinema…

Não que os filmes sejam ruins, mas é uma espécie de incentivo as avessas, já que ele é na segunda- feira…  E nos domingos as empresas tem certeza que seria prejuízo disputar cinema nacional com os seguidores de crepúsculo e harry potter .

A sala abre   e alguns gatos pingados entram.

E sou um deles.

As luzes já estavam apagadas e começa a balela de desligar o celular que entrará em um ouvido e sairá em outro de quem vai ao cinema por uma questão de imposiçõa cultural e não de forma a apreciar a cultura.

Desligo meu celular.

Após os pedidos jogados ao vento, o logo da globo filmes vem encher a tela pra meu desespero, lá vem coisa, na vem mais um formato novela.

O filme começa com uma animação baseada no traço do Antônio Cedraz, uma música tosca de alguma banda do momento estraga tudo.

A animação dá lugar as cenas das ruas em algum lugar que o diretor de fotografia , impelido pelo patrocinador , resolveu filmar que não é no bairro da mata escura na Bahia.

Uma música mais tosca que a anterior começa e uns sotaques ababobalhados  dos atores da globo simulando o velho esteriótipo que o sul-maravilha tem da bahianada, reverbera nas caixas de som.

O ator que interpreta Jorge é um moreno de nariz fino, lábios finos do jeito que o povo gosta. Sem mencionar que a inexpressividade dele só é derrubada pelos refugos da malhação que contracenam fingindo serem eternos adolescentes perdidos que fizeram escola de teatro apenas pra decorar falas.

Lógico que  Bárbara é aquela atriz que todos nós esperávamos e nem mais convém falar de seu sucesso meteórico após sair de mais uma edição do Big Brother Brasil.

Li no twitter (sim, ainda uso) que gastaram mais na edição que na preparação dos atores, já que a “atriz” olhava muito pra camêra e não pros atores que contracenavam com ela.

Jarsciley é loiro. Que nem na contracapa da primeira edição do livro, mesmo que dentro digam sempre que ele é albino. Se todos os motivos anteriores não me fizeram já ir assistir com um pé atrás, esse Constantine que no quadrinho é loiro e Keanu Reeves interpreta  americano e de cabelo preto me fez realmente ter certeza que adaptações em sua maioria são uma porcaria mesmo.

Cenas de sexo como de se esperar ,  pois quem não quer ver essa morena pelada de novo  e de  novo e de novo e de….

Enfim, me deixa um tanto conservador como foi querer assistir O homem que desafiou o diabo com minha maezinha  e fiquei vermelho de vergonha em todas as partes picantes.

(Ela odiou esse filme… eu? Eu tive vergonha)

Gírias , Gírias, Gírias. Toscas, sem nenhum contexto e quem é esse idiota que vez por outra tenta explicar o que isso que elas querem dizer…Esse personagem de bosta não está no livro! Um tradutor de bahianês socado no filme é foda né?

Onde é que está os cortes falando de Oxóssi? Cadê?

Jorge é  preso (Isso não é spoiler, fica na tua) , cena da perseguição como sempre com cortes rápidos, e música tecnoaxédancefunkpscicodeliahardcoreragga e os filmes não saíram mais da mesma após Cidade de Deus… faltou a galinha.

As cenas que entremeavam a Bahia que o turista não conhece foi pro espaço e já, já, São jorge lá na lua talvez assista nos extras do DVD, mas acho difícil.

Jorge na cadeia com atores que se esforçam ao máximo em não parecerem presidiários…

Quem é esse? Chefe do PCC bahiano? Que sotaque é esse? Chico Bento com qualquer personagem do Cedraz? 

Rebelião na prisão? Jorge espancado? Ah! Motivo pra viajar na batatinha e mostrar sobre Oxossi, São Jorge e etc….

Advogado salva Jorge? Dá endereço da Bárbara?

humm melhor parar por aqui….

Vou no banheiro no intuito de não saber tantos detalhes e estragar pra quem ainda quer assistir…

Voltei já no final, com Jorge enfrentando Jarsciley e meu deus! Não puseram nem a Fernanda Abreu nem os Racionais pra trilha sonora!

Isso sim é um spoliler!! Puseram Faroeste caboclo ! Com o Jorge tentando se desviar das balas com o bebê no braço!

Renato Russo deve estar querendo fazer um Zombie Walkie agora em direção a Globo Filmes , seja lá em que inferno isso seja!

Meu deus! Que ator chinfrim foi esse que puzeram como o de menor que quer ser o bambambam, porque todo “sucessor” no tráfico é sempre o pior ator pra isso no  Brasil? Caramba, se ele será pior que o antecessor , não era pra ser mais fodão? Saudade do Scarface…

A música vai parando, as mulheres vão chorando no cinema e eu me contorcendo na poltrona : trash! trash trash!

E bárbara, a chifruda arrependida , corre aos braços de quem ela fudeu a vida toda…

E o resto? Bom, o resto me remete a uma conversa com uma pessoa em 2011 , no mês que fomos ao FIQ em BH . Eu tentei convencê-la que filmes de super-herói eram uma porcaria.

Hoje eu percebo que muitas adaptações por pura e simples falta de idéias do  cinema , são também porcarias, pela globo filme a coisa complica mais.

Saí do cinema , já esperando aplausos daquilo ali,  e fui pra casa assistir meus antigos DVDs originais do Anti-Herói Americano, o Procura-se Amy e se acham que não curto filme nacional , mela décima vez , assistir Durval Discos .

Mesmo assim, praqueles que já me conhecem ainda recomendo essas coisas simples:

Quer ler Sylvia Plath? Leia no original

Quer ver uma boa obra nacional? Faz favor , leia o quadrinho*.

E o álbum SÃO JORGE DA MATA ESCURA , de Marcelo Fontana & André Leal nunca será superado  por qualquer filmeco peseudo culturalóide de cieneastas medíocres pau mandado de produtoras.

Abaixo , deixo vocês com meu autógrafo e a capa do Livro , que trouxe do 7° FIQ (2011)

são jorge capasão jorge web

Miguel Rude

Dezembro de 2016

P.S.: meu revisor ortográfico não funciona pra essa plataforma, e estou morrendo de sono pra ter paciência pra corrigir qualquer coisa, mal sei como enviar isso pra web, espero que vá pro Blog certo.

 

* http://quadro-a-quadro.blog.br/?p=7177