FLÁVIA & OTÁVIO,o otário

Eu sou um fracasso
     x
Nâo sei fazer nada direito…
E, todos reclaman do meu trabalho
Mas…por mais que eu me esforce
Não consigo mudar
Meus castelos escapam pelas mãos
como areia ao vento
E ela parece um sonhoque tive comigo
Nunca esperei achar bonito
Minhas fraquezas em alguém
Vem…dorme me  meus braços
Ao menos nessas letras
Onde para sonhar,
não precisa dormir.
E para viver
não se precisa fugir.
Mas como um anjo
para o inferno
Eu caio e queimo
      x
ENGARRAFAMENTO
Não me fale em dinheiro
Isso é pra casamento
Você fala de meus defeitos
E algo em mim se despedaça.
 
Lá fora neste momento,
aquilo que era diversão
é uma agonia
Já que ..o que é belo
está dentro agora.
 
Olhos curiosos
Pedidos & Planos
e eu só não quero
mais ser um Incõmodo.
 
A dor..
Física
Emocional.
 
Enquanto se está preso
numa lata de sardinha.
x
 
{e avisão distorcida de si mesmo
agora reflete no modo de ver os outros
vibr ações que atrapalham momentos
em meio a fobia…}
 
x
"EU FALO TANTA
BESTEIRA ASSIM?
OU FOI APENAS PARA
SER MOTIVO DE RISO?
MAS,O QUE VOCÊS
ACHAM NOVO
ME SEGUE POR
TODA VIDA"

ZEZÉ

[T]
 
I
 
PELE DE TÊMPERA GUACHE
LÁBIOS DE TINTA PLÁSTICA
CABELOS DE MAR…
OLHOS DE PISCINA
MENTE DE VINHO
(branco,tinto,de mesa…)
 
DESNHOS A GRAFITE RUIM
EM PAPEL ROSA
LÁGRIMAS EM VALSAS DESCOMPASSADAS
NAS LOJAS DE DVD.
ELOGIOS QUE SE TORNAM
INFUNDADOS COM O PASSAR DO TEMPO.
FIDELIDADES E TRAIÇÕES…
PESADAS EM BALANÇAS FALSAS.
 
CONVERSAS VIRTUAIS
REJEIÇÕES PESSOAIS
SOLIDÃO AUTO-IMPOSTA?
-REJEIÇÃO IMPOSTA-
 
"VOU PINTAR MEUS OLHOS
(…)
DA COR DA NATUREZA"
repete & repete
até acabar
 
NOITES DE SONO E CARÍCIAS
DIAS DE MÁS-INTERPRETAÇÕES…
 
-I WANT DISBILIEVE-
 
II
 
Guardo uma borboleta verde
em um emvelope de papel branco,
na esperança de te entegrar…
…um dia.
Esse dia não virá
e fico aqui ouvindo
Cazuza falar sobre
‘segredos de liquidificador’
 
Num lugar escuro e mofado
mesmo nessse dia quente.
 
Num dia perdido para o
mundo de mim mesmo.
 
 
MIGUEL RUDE